No Círculo

quinta-feira

Susto

Postagem do meu blog...

Susto



Pois é, hoje o dia já estava diferente, era a primeira vez do Arthur na escola, eu ansiosa, filho sem entender nada, possivelmente pensando: "Pq raios estão me trocando e alimentando tão cedo?" rs

E nesse corre-corre de arrumar o Arthur, esqueci de pegar o sapatinho dele, pequei um, não coube, "como assim já perdeu o dito?" pensei, olhei para o menino, coloquei ele no meio da cama e corri para pegar outro par de sapatos, quando já estava no quarto dele, só escutei um barulho forte no chão!

Saí correndo em direção ao quarto e não vi o Arthur em cima da cama!!!!

Ao dar a volta na cama, vejo Arthur no chão, estatelado de costas, milagrosamente com a cabeça em cima de meus chinelos; ao me ver, assustado pela queda, chora!

Peguei o menino o mais rápido possível, coloquei no colo e passava a mão em sua cabeça e costas, tentando encontrar algum ferimento ou machucado. Arthur chorava mais pelo susto do que por qualquer dor, olhei nos olhos dele procurando por um aumento da pupila, nada.

Desandei a andar pelo quarto, falando com ele, tentando acalmá-lo e distraí-lo. O marido sai correndo do banho, desesperado, tentando entender o que aconteceu; quando conto, lógico, escuto aquele discurso sobre cuidar melhor do menino, ouço ele dizer que se fosse com ele eu o teria matado e blá, blá, blá. Ele está certo!

Eu com os olhos marejados, pelo pânico de ter visto Arthur no chão, pelo medo dele ter machucado, por segurar a emoção para o menino não me ver nervosa ou agoniada, saio andando e rindo, fazendo graça com o Arthur, de modo a esconder meus sentimentos de fúria por ter sido uma péssima mãe.

Depois de um tempo, ao colocar Arthur novamente na cama, o menino se vira, sorri e tenta novamente engatinhar, vejo que está bem, se locomovendo tranquilamente, rindo feliz, aliviei o coração. Fiquei de olho nele, para ver alguma mudança comportamental ou nas pupilas, nada, ainda bem ele estava bem.

E sentada na cama com ele, agradeci muito, pela providência divina de estar descalça, de ter meus chinelos juntos e rente a cama, no lugar mais correto impossível, salvando meu filho de bater a cabeça direto no chão.

E percebi que a mais reles distração, pode virar um acidente sério.

Obrigada ao Universo, aos Deuses, ao Espírito Guardião da casa, ao Anjo da Guarda de Arthur, por meus chinelos estarem ali, no lugar certo, evitando um desastre ainda maior.

Beijocas Enluaradas,
Kytanna

6 comentários:

Luciana Onofre disse...

O mesmo aconteceu com Alicia aos 7 meses, eu a deixei com ele, fui na cozinha, e bum! como se diz na Colombia: el totazo!

Sorte de todos que Alicia tem ossos pra lá de fortes!
Se fosse Andrés seria quase fatal, como quase já foi...
Lembras qdo ele caiu da nossa cama, e fraturou o mastoide e a clavícula. Jamais esquecerei dele todo ensanguentado chorando sentadinho no chão ao lado da cama.. nem os dias que ele passou na semi-uti...

Todo cuidado jamais é demais...

E és uma ótima mãe!!!

Ghi disse...

Essas coisas acontecem! Não deveriam, mas acontecem! Não somos péssimas por isso. Foi um aviso! Só isso...

Marcela disse...

Me senti no seu lugar !!!!
Tive 2 acontecimentos desse, um com a minha primeira filha e outro com o caçulinha de 2 anos.
O primeiro, foi coisa de "mãe de primeira viagem", que não tinha muita noção do desenvolvimento do bb( minha filha deu o primeiro impulso p engatinhar, mesmo c minhas pernas na frente..ela simplesmente voou sobre as minahs pernas e caiu da cama)..realmente o susto foi mais meu do que dela....
Depois disso com o 2o filho, ja tava mais descolada...mais cuidadosa....nada aconteceu...
Mas o coitadinho do terceiro!!!!
Nick com 4 meses, simpelsmente larguei ele em cima da cama, num monte de cobertas e sai..linda e formosa pra pegar agua p ele na cozinha, como se a criança soubesse o grau do perigo !!!
Confesso, que nem eu sei o que aconteceu com a minha cabeça nessa hora ( foi um branco), por que eu so escutei " Toc"...corri e fui ver...o bb no chao...nao teve choro, nao teve susto...ele simplesmente olhou p minha cara...com aquelas olhinhos...e foi ai q o remorso bateu...meu marido me " urrando" nas minhas orelhas...a minha falta de atenção...e eu grudada no menino....exatamente como vc fez...tentando demonstrar calma....
Depois de tudo, procurei alguem pra me ajudar aqui em casa, por que percebi o quão cansada eu estava....
Desculpe, por me estender....
e muito obrigada por este cantinho!!!!
Gosto muito daqui !!!
bjs, Marcela Alves : )

Marcela disse...

Engraçado, que mesmo sendo um " susto", percebemos o quanto temos amigos invisiveis nos ajudando sempre!!!!
Saúde e muitas bençãos para o Arthur!!!
Também tenho um Arthur...são meninos amorosos e muito fortes !!!!
Marcela : )

Aysel Gülbarg {Chris} disse...

Querida, não fique assim... Vc é uma mãe ótima, viu!? Por isso os Deuses ajudaram!!

Rachel disse...

Quando eu tinha uns 13 anos eu estava brincando com o bebê da amiga da minha mãe, e numa dessa, sentei ele no braço do sofá (mas estava segurando ele, lógico)... o menino fez um triplo carpado e caiu com tudo no chão!!
Eu era novinha, ok, mas foi um susto!! Sorte que o chão tinha carpete, e a criança era resistente kkkkk

Relaxa que você é mãe de 1a viagem, tá aprendendo ainda... num precisa surtar!! Acontece... só ter cuidado da próxima vez, colocar uns travesseiros em volta dele, sei lá.

Beijos

Postar um comentário

Entre em nosso Círculo!

 

Blog Template by BloggerCandy.com